O maravilhoso mundo dos chás

By experienciasdocha Workshop Nenhum comentário em O maravilhoso mundo dos chás

O mundo dos chás encanta a quem conhece, toda a sua história tão rica em detalhes, conhecimento e praticas ritualísticas que estão a séculos no nosso mundo desperta a curiosidade e a vontade de querer descobrir cada vez mais sobre essa bebida milenar que possui tantos benefícios.

Por isso decidi trazer neste post um pouco mais sobre cada tipo de chá, para enriquecer de conhecimento você, que assim como eu, é um apaixonado por chá.

1 – Chá Pu Erh

Pu-erh ou Puer é um Chá “pós-fermentado” (envelhecido) cujo nome vem do condado de Pu’er em Yunnan, na China. O Pu Ehr é um dos poucos chás que passam por este processo de fermentação. É importante dizer que, fermentação é um processo diferente de oxidação. A fermentação é o processo em que microrganismos produzem mudanças químicas no chá.Esse processo transforma a cor, sabor e aroma do chá gradualmente. Por isso, ele tem um perfil aromático e sabor diferente dos demais. Ele pode apresentar aroma e sabor amadeirado com notas de frutas secas. Entre seus benefícios mais conhecidos está o poder antioxidante. Além disso, ele também tem efeito depurativo, que ajuda a limpar o fígado e no processo de digestão. O Pu ehr ajuda na queima de calorias contribuindo para a perda de peso, já que tem efeito detox. Ele também é anti-inflamatório e ajuda a controlar e diminuir o colesterol.

2 – Chá preto

O chá preto é um energizante potente, perfeito para começar o dia cheio de disposição. Esta variedade de chá é quando a folha está completamente oxidada. Os chás pretos provenientes da China são mais suaves e pouco adstringentes. Já os chás pretos vindos da Índia costumam ter notas florais, frutadas e amadeiradas. O chá preto também é produtor de dopamina e serotonina que são responsáveis pela nossa sensação de bem estar e tranquilidade. O chá preto possui substâncias que combatem os radicais livres que agem no cérebro ajudando a prevenir o envelhecimento precoce. O consumo do chá preto também ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, diminuindo a oxidação do colesterol.

3 – Chá verde

O chá verde costuma ser mais leve e suave do que o chá preto. Os chás verdes possuem um sabor mais vegetal e agradável. Eles são ótimos para fazer misturas e blends. Os chás verdes vindos da China são mais delicados e doces. Os do Japão possuem características mais intensas. O chá verde possui substâncias que evitam a ação destrutiva das células. Ajudando o organismo a prevenir doenças como o câncer e o envelhecimento precoce das células. Além disso, ele tem efeito diurético. Se vc acha amargo deve ser porque deixa a água ferver e queima a folha ou deixa mais de dois minutos e sente muito a adstringência. Cada chá tem seu tempo certo e nenhum pode ser feito com água fervente.

4 – Chá branco

O chá branco é produzido a partir das folhas e brotos das Camelias mais novas e tenras. Esta variedade é a menos oxidada entre as demais. Em sua maioria tem aroma e sabor suave e cor bem clarinha. Por ser elaborado com as folhas mais macias e jovens seu sabor também se torna mais adocicado.O chá branco tem notas florais e são mais difíceis de blendear pois seu sabor é bem leve, originalmente era produzido na província de Fujian, na China. Hoje em dia também é produzido no Siri Lanka, Índia e Nepal.Está variedade de chá é conhecida como o chá da beleza. Apresenta propriedades antioxidantes muito importantes para o nosso organismo. Além de reduzir os sinais de envelhecimento da pele.

5 – Chá oolong

O chá Oolong é um chá chinês tradicional. Ele é parcialmente oxidado, ficando entre o chá verde e o chá preto. É também um dos mais complexos em questão sensorial.Existem três divisões dentro do chá oolong. O oolong de jade, que tem um tom verde azulado e baixo nível de oxidação. Os oolongs escuro, que tem folhas abertas e amarronzadas e os oolongs assados, que são secos por mais tempo para desenvolver um sabor mais marcante.Existem diversos sabores e aromas do chá oolong e cada um deles oferece uma experiência diferente ao paladar, alguns mais doces e outros mais florais. Por exemplo, os oolongs de jade costumam ter mais notas frutadas e de flores brancas. Os oolongs escuros possuem um sabor mais puxado para frutas secas e torradas. Os oolongs assados costumam predominar os sabores de cacau e café. O oolong é uma bebida extremamente saudável e tem um grande poder digestivo.

  • Share:

Leave a comment